Esta página necessita de Javascript
Reserva e Reforma
Reserva e Reforma
Início . Reserva e Reforma
Transporte Aéreo Militar (TAM)

De acordo com as disposições relativas à utilização do TAM, os eventuais interessados devem fazer uso dos seguintes modelos em uso:

Transporte de Pessoal

Transporte de Carga


COVID 19 - Procedimentos no Âmbito do Transporte Aéreo Militar

- Todos os militares e civis a transportar em TAM para os arquipélagos dos Açores e Madeira devem efetuar o teste COVID prévio (submetendo o pedido antecipado da declaração FA a apresentar no laboratório de análises) e preencher os inquéritos epidemiológicos online, antes do embarque, de acordo com instruções do Núcleo de Mobilidade e Transporte do COA/CA (o mesmo se aplica no regresso a Lisboa, com exceção dos testes COVID).

- No momento do Check-in no AT1 deverá ser feita prova do teste COVID negativo.

- Passageiros que se apresentem no check-in sem teste COVID prévio, que não apresentem uma justificação plausível (por ex. Guias de Marcha inopinadas, sem clínicas no concelho de residência, etc), passarão a última prioridade de embarque, caso existam limitações na capacidade de transporte. Nesse caso, e se existir espaço disponível viajarão com distanciamento dos outros passageiros. À chegada ao destino terão de realizar o teste e ficar confinados até conhecimento do resultado.

- Os militares a transportar deverão apresentar-se no check-in com máscara e mantê-la colocada até à saída do terminal do destino.

- Não devem ser consumidos alimentos a bordo das aeronaves, para evitar a remoção da máscara.

- Sempre que possível, os passageiros são transportados na aeronave com distâncias de 1m de separação lateral e frontal, sendo criada uma zona tampão reservada ao acesso da tripulação, evitando a tripulação contato direto com os passageiros.
Em caso de necessidade operacional, não se aplicam as regras de distanciamento social dentro da aeronave aos seguintes passageiros:
- Passageiros com teste COVID negativo;
- Passageiros que vivam diariamente sem distanciamento social (por ex. famílias; tripulações aeronaves, etc).
- Passageiros que regressam das Ilhas, onde não existam focos ativos de casos COVID19.

Estes procedimentos podem ser alterados caso existam fatores de risco adicionais, sendo avaliados em cada caso particular de transporte.

 

Logo FAPCOPYRIGHT © FAP - DCSI - WEBTEAM 2012-2020Símbolo de Acessibilidade na Web